Moda e arte: vestidos da exposição de Alexander Mc Queen no Metropolitan Museum of Art

Moda e arte: as colaborações e inspirações que essa união pode criar

Eu adoro quando a moda flerta com outras áreas do universo criativo. O mundo das artes, por exemplo, é um prato cheio para buscar inspiração e oxigenar as ideias. Como falei no post sobre a SP-Arte, é sempre importante estar ligado nos movimentos artísticos e visitar exposições e mostras. Abre o olhar e nos faz estar mais conectados aos movimentos do nosso tempo. Só que as possibilidades de interação entre moda e arte vão muito além de frequentar esses espaços.

Vamos falar então da integração entre essas duas áreas do universo criativo?! Vem comigo!

 

Quadro ou roupa? Colaborações entre moda e arte

 

Como eu sempre digo, a moda é cíclica e vive se reinventando. Quando falamos em integração entre moda e arte, precisamos lembrar do icônico tubinho a la Mondrian idealizado pelo estilista Yves Saint Laurent em 1965. A estampa foi inspirada nas obras do artista plástico holandês Piet Mondrian, o criador do neoplasticismo.

 

Moda e arte: vestido estampado com tela de Piet Mondrian criado pelo estilistas Yves Saint Laurent

 

As cores primárias e linhas verticais e horizontais escondiam a costura e brincavam com as formas do corpo. Uma verdadeira viagem estética! A peça foi um marco histórico na moda e começou a costurar a conversa entre moda e arte.

 

Moda e arte: mulheres com vestido com estampa de Mondrian em frente ao quadro do artista

 

Algo parecido aconteceu mais recentemente, em 2015. Os estilistas Viktor & Rolf, que inclusive são conterrâneos do Mondrian, misturaram de uma forma bem literal a arte com a moda na sua coleção outono/inverno. Quadros e telas viraram saias, vestidos e casacos que eram retirados das modelos revelando outra obra de arte: as roupas artesanais de alta costura da dupla.

 

 

E o que dizer sobre a mais nova collab Vans x Van Gogh? A marca queridinha do momento acertou em cheio ao apostar no mundo das artes. A coleção inspirada nas pinturas do pintor pós-impressionista Vincent Van Gogh foi lançada em agosto deste ano e já é sucesso. A linha traz itens que vão dos icônicos Vans Old Skool estampados a moletons inspirados nas obras do pintor.  Moda e arte: colaboração Vans e Van Gogh Moda e arte: colaboração Vans e Van Gogh Moda e arte: colaboração Vans e Van Gogh

 

Moda no museu

 

Assim como a arte invadiu as passarelas, a moda também ganhou seu espaço em museus e galerias. Exposições como a da fotógrafa de moda Ellen Von Unwerth, em São Paulo, e a da história da camiseta, em Londres, são exemplos dessa interação, que tem sido super bem recebidas.

“Conforme a moda foi conquistando credibilidade e status, ela se tornou mais próxima das artes visuais e passou a tomar o espaço museológico.”

– João Braga, professor de História da Moda na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em entrevista ao site da IstoÉ

Quem se lembra do furor causado pela exibição “Alexander McQueen: Savage Beauty”, em Nova York? Foi a exposição de moda mais vista de toda a história do MET, o Metropolitan Museum of Art: 700 mil visitantes em três meses! Tanto que o museu estendeu o horário de visitação até a meia-noite no último final de semana de visitação. E isso nunca tinha acontecido antes.

Moda e arte: peças da exposição de Alexander Mc Queen no Metropolitan Museum of Art Moda e arte: vestidos da exposição de Alexander Mc Queen no Metropolitan Museum of Art

 

Dá para entender porque foi um sucesso, né? Aí entra a discussão: o que é o moda e o que é arte? Como e quando essas duas áreas podem se encontrar? E mais: qual é o limite deste encontro?

Moda, arte e polêmica

 

Eu poderia falar sobre muitos exemplos de colaboração entre moda e arte. Mas um que vale o debate é a parceria da Louis Vuitton com o artista americano Jeff Koons. Só para começar, o próprio Koons já é uma figura bastante controversa e provocadora. Ele questiona o papel e o lugar da arte a partir da criação de obras com objetos aparentemente banais do nosso cotidiano. E é claro que o Koons ia causar na moda também!

Moda e arte: Jeff Koons segurando uma bolsa de sua colaboração com a Louis Vuitton

Moda e arte: bolsas da coleção Masters, colaboração entre Jeff Koons e Louis Vuitton

A coleção Masters estampou obras dos principais mestres das artes, como Leonardo da Vinci e Peter Paul Rubens, em bolsas e acessórios. A crítica não gostou muito não. Disseram que a colaboração era “muito simples” e que “os produtos pareciam baratos e mal comercializados”. As reproduções de grandes obras em peças de moda traz uma reflexão super necessária sobre a banalização da arte. Gostando ou não, é transgressor e faz a gente pensar sobre o valor da arte e da moda.

Eu acho que, de uma maneira geral, trazer a arte para a moda ajuda a torná-la mais acessível ao grande público. É uma maneira interessante de aproximar o trabalho artístico do mundo real e de um publico mais amplo. Por outro lado, para a indústria da moda, também faz muito sentido agregar valor ao produto. Criar oportunidades de mídia, gerar interesse do público consumidor. Já imaginou o buzz que um lançamento dessas colaborações pode dar?

 

E você? Gosta dessa interação? Qual é a sua opinião sobre esse tipo de colaborações entre moda e arte? me conta! Vou adorar saber.